quinta-feira, 12 de março de 2009

Sugestão de Páscoa IV - Macarons

(mais fotos na postagem anterior)
Como disse lá no início, os macarons são uma especialidade francesa. Tanto que em Paris eles estão em todas as vitrines das pâtisseries, que os exibem em arranjos, decorações de outras sobremesas e doces ou, simplesmente, acomodados lado a lado. No entanto, essa iguaria se originou na Itália, mais precisamente na Veneza renascentista. Os franceses foram apresentados aos macarons no século XVI, trazidos pela comitiva de Catarina de Médicis. Naquela época a receita era mantida em segredo e só a nobreza tinha o privilégio de degustar os macarons. Até que um dia (e isso eu não sei como foi), a congregação de irmãs carmelitas da cidade de Nancy, no nordeste da França, descobriu o segredo: farinha de amêndoas, açúcar e claras de ovos eram a fórmula mágica para preparar os macarons. Elas foram as primeiras a reproduzir a receita, no convento Saint-Sacrament e, após a revolução Francesa (1789), várias congregações passaram a fazer o mesmo. Resultado: os macarons se popularizaram por toda a França e ganharam várias versões. Ainda hoje, o macaron é a maior especialidade de Nancy.

Nenhum comentário:

Postar um comentário