domingo, 9 de maio de 2010

Torta de Banana, com receita !!!







No meu aniversário de 18 anos ganhei da minha Nona o livro de receitas da Dona Benta. Hoje está sem capa, coitadinho, tão usado que foi... Como ia me casar naquele ano, fez parte do meu presente com a seguinte dedicatória:


Marina,


Pesca-se peixe pela boca, espero que nessa sua pescaria você seja muito feliz. 


Com carinho,


Nona




Da mesma forma que esse livro ("Comer Bem") me ajudou muito, com dicas sobre as coisas mais básicas de cozinha, acabou sendo o responsável por um certo trauma por aves que durou bem uns anos.

Explico:

Quando casei eu sabia fazer fios de ovos, bolos, balas carameladas, compotas, enfim, uma infinidade de doces, salpicão, trouxinha de nozes  e ... arroz.
Mas, me esticava toda, aumentando uns dois centímetros de altura e dizia que sabia cozinhar. Afinal, o que eu queria fazer eu pegava a receita e fazia. Aha!!

Santa prepotência... ledo engano...

Logo voltando da lua de mel, fui eu atender ao pedido: uma simples canja.
Ridiculamente fácil, pensei eu. Eu sabia os ingredientes da canja. Fui ao mercado e comprei tudo. Cheguei
em casa e liguei para minha mãe perguntando como fazer.

Ela me disse:  "ponha a mão dentro do frango e tire todos os miúdos, coração, moela, pescoço, tudo! Aí você...blá blá..."

Parei de ouvir.

Eu olhava aquele frango. O frango parado ali. O buraco no frango. Minha mão...

Bem...o frango foi para dentro de um saquinho, de lá para o congelador e de lá para a casa da minha mãe. Eu que não ia colocar a minha mãozinha de unha feita e arrancar o coração do frango...

Fervi água, coloquei uns cubinhos de caldo de galinha, um bocado de arroz e ... voilà!!  essa foi a primeira refeição servida por mim. Vale lembrar que a porcelana era nova e bonita...(ao menos isso) e que essa maravilhosa canja não foi o motivo da minha separação...

Passado um tempo, quase um ano, já tinha evoluído um bocado na cozinha (nada que a necessidade não ensine; e  descoberto a facilidade de comprar frango aos pedaços...). Estava chegando a época de natal, e claro que eu seria plenamente capaz de fazer um peru.

Hahahaha...

Peguei o livro da Dona Benta e fui à página 223;

"Pouco antes de matar o peru, dê-lhe, às colheradas, um bom copo de caninha e quando ele ficar bem bêbedo, caído, mate-o, cortando-lhe o pescoço, mais ou menos no meio, separando assim a cabeça do corpo; dependure-o pelas pernas para que o sangue escorra bem e comece imediatamente a depená-lo, porque enquanto está quente será mais fácil..."

EEEECAAAA........Que dó.......

Decidi, por vários anos, que eu nem gostava de comer peru!! E, a imagem de um peru bêbado e de pescoço cortado, correndo sem cabeça me perseguiu por muito tempo....

Hoje lido melhor com isso e faço frango, peru e tudo mais (principalmente se eu não pensar!!!).  Mas, que fique bem claro, jamais segui essa receita da Dona Benta! Pobre  peru...(e ainda acho uma eca enfiar a mão dentro do frango...confesso).

Mas, me rendi aos encantos do livro, que ainda uso muitas vezes... Nele encontrei certa vez, em que estava com a fruteira cheia de bananas quase passando, uma receita ótima para as aproveitar. E, o melhor, facílima!!!




Então, chega de conversa fiada e vamos a ela. Você vai precisar de:



1 e 1/2 xícara  de leite;


2 colheres de sopa de manteiga; 1 colher de sopa de fermento;



3 xícaras de farinha de trigo;


1 xícara bem cheia de açúcar;


e, 6 bananas maduras em tiras.


Junte tudo, exceto as bananas, e misture bem.




Coloque em uma forma de fundo removível, untada e polvilhada com farinha de trigo;


cubra com as fatias de banana;


polvilhe generosamente com açúcar e


canela. Leve ao forno quente e asse até que enfiando um palito ele saia limpo.


Pronto!!! Muito fácil e, garanto, uma delícia!!



Pode ser feita com fatias de maçã. Fica bem bom também, mas menos úmida...

42 comentários:

  1. Amiga amiga amiga, que saudades de você mulher!!!! Me escreve viu!! Olha, vc como sempre arrasando nos detalhes, na delicadeza, na receita, tudo lindo e com uma cara deliciosa, amo torta de bananas!!!Esses livros antigos, dados com todo carinho são lembranças eternas, beijocas

    ResponderExcluir
  2. Eu aposto que iria adorar até a canja kkkkkk!!!Ri muito! Um beijo, Herbert

    ResponderExcluir
  3. Olá amiga

    FELIZ DIA DAS MÃES!!!
    Que saudades! Por onde andou. Vc não vai nos deixar morrendo de curiosidade, vai? De repente nos abandona e volta sem dar explicações. É claro que seu post está um arraso, mas mesmo assim estou curiosa. Pra convence-la posso falar em ingles I'm curious! Boa noite e uma ótima semana.
    Amiga da Moda está publicando 3 posts diários:
    00h, 13h e 18h

    Bjo

    ResponderExcluir
  4. Marina , Foi muuuuuuito tempo sem postar!!!!Espero que esteja tudo bem. Feliz Dia das Mães!!!
    Bananas ... Bolo de Bananas ... Hummmmmmmmm
    Amoooooooooo!!!!!!!! E descrito de um jeito deliciosamente simples e lindo , cheio de ternura.
    Não fique muito tempo sem postar !!!!!!!
    E o próximo mês ... Festas Juninas!!!!!!! Nos remete a infância!!!
    Tudo de melhor para você!!!!
    Teresa

    Obs: A propósito , sinto falta de doces de "antigamente" tipo Arroz doce , Maria mole , Manjar de côco , Saguuuuuuu ...

    ResponderExcluir
  5. kkkkkkkkkkkkkkk...amei o texto. Pobre do Peru. Vou fazer essa receita, não a do peru é claro. A do bolo. Beijocas e feliz todos os dias das mães.

    ResponderExcluir
  6. Mmmmmm - I love any sort of banana cake. Now I am starting to feel very hungry .....
    Have a great week!

    ResponderExcluir
  7. Ai que saudade dos seus posts,das louças,flores dos causos mas mais ainda de voce.Marina, nunca fiz frango (so compro assado) uma vez fiz peru (nunca mais faço),agora o bolo de banana ja ta anotado.
    bjks

    ResponderExcluir
  8. Olá amiga

    Obrigada por seu carinho e tão gentil comentário.

    Bjo

    ResponderExcluir
  9. Marina,
    Quanto tempo... Parabéns pelo dia de ontem! Que volta gostosa com receita da Dona Benta. Que bom que vc voltou. Bjo

    ResponderExcluir
  10. Olá sumida , já estava com saudades, de ver as delícias de blog , e com essa receita vc voltou parecendo que voltou pra mim ^^...minha mãe é adoradora dessa fruta banana e com certeza ela vai fazer uma torta dessas^^...assim que ela fizer lhe mando a foto

    ResponderExcluir
  11. marina, hoje vi seu blog aqui no escritório de cima a baixo, inteiro. É mesmo especial! Um beijo, Herbert.

    ResponderExcluir
  12. Eu, sumida!!! Adorei essa receita; afinal vc sabe que sou uma macaca! A Patrícia tb postou uma com papoula e limão, parece estar ótima!

    Ah, no sábado passei na sódoces e o Flávio estava lá; falei com ele, que se lembrava de vc e do seu blog... Tá chique no úrtimo, heim?!? Bjnhos e feliz dia das mães atrasado!

    ResponderExcluir
  13. A torta de banana é lindissima, mas o que eu gostei mais foi da loiça que você utilizou nas fotos.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  14. Tudo muito bem anotado, para... o Sr. dos Anéis fazer. Eu sou um arraso na cozinha, é verdade, arraso com tudo, infelizmente. Mas essa do perú e da galinha tô morrendo de rir e sabe porque? Porque nem frescos eu como, só congelado, porque na minha cabecinha louca congelado não era bicho, se falar (como de vez quando o Sr. dos Anéis faz) coitadinho do bichinho eu paro na hora, não é frescura não é dó do bicho fico lá pensando do bichinho passeando lá da nele e vapt vem um facão. Ai nem gosto de falar!

    ResponderExcluir
  15. Marina que coisa linda e gostosa, e o capricho então? Deixa eu te contar, lembra da tua pizza aquela que depois dava um pão...fiz tua receita e foi o maior sucesso!! Fiquei tão feliz, não sou uma perita na cozinha, então imagina a minha felicidade quando a pizza saiu daquele jeito e meus queridocos comeram até se acabar, passei a receita e o link para todos que pediram, se depender de mim, sua audiência só aumenta...Fala Marina!! Bjinho!!

    ResponderExcluir
  16. Marina, a conversa fiada estava ótima!
    A descrição da canja e do peru me fizeram rir. Se dependesse disso, também não teria aprendido a fazer esses pratos. Lembro que meus pais são do tempo em que se comprava galinha viva, afff!
    Quando casei, não cozinhava praticamente nada, mas a necessidade me fez correr atrás e as receitas ajudaram muito.
    Bolo de banana é tudo de bom. Você gosta de canela como eu, de modo bem generoso.
    Boa semana!

    ResponderExcluir
  17. Salve, Marina, apareceu, hem?

    Adorei saber um pouco mais de você, e adorei também a torta!
    Eu também tenho o dona Benta mas nunca fiz uma receita dele, rsrs.

    Beijinho e boa semana

    ResponderExcluir
  18. O que me ri com as suas aventuras na cozinha.
    Esse bolo de banana deixou-me com vontade de ir para a cozinha e reproduzir a receita.
    Bjs

    ResponderExcluir
  19. Olá,
    Obrigada pela visitinha!!
    Volte mais vezes!!

    ResponderExcluir
  20. Todo es tan delicioso, tan bello en tu blog Marina!! Es un encanto a la vista, esos ositos, las rosas, la lozafloreada, tus fotos... realmente una maravilla.
    Cariños,
    Maria Cecilia

    ResponderExcluir
  21. Oi amiga!! Tava com saudades de passar por aqui...
    Receita anotada...Mão no trigo hj a tarde!!
    ahhh adorei a mensagem da Nona...fofa!!
    Beijocas amore

    ResponderExcluir
  22. Oi amica voce sumiu mesmo!! mas aqui também continua sempre bom hem!! os de olhar já to engordando kkkkkkkkkk
    bjsss, ve se nao some tanto.

    ResponderExcluir
  23. Mari, esse blog é um capricho só.
    Que receita lindamente ilustrada, e é uma das minhas preferidas!
    bjs

    ResponderExcluir
  24. Marina

    gosto de dar umas voltinhas pelo seu blog, é tão lindo, as fotos dão a idéia de como vc é delicada, adoro!

    esta torta de banana me encheu de água a minha bôca, vou ter que experimentar

    e quanto ao perú, vc me fez lembrar da minha infância, das festas de Natal e da minha tia dando cachaça para o perú e ele ficando tonto, tadinho...

    bjs
    Ju

    ResponderExcluir
  25. Marina,

    Que bom que você tem aos poucos aparecido de novo nessa blogosfera desvairada!!!

    Fizeste falta por aqui, mas esta perdoada pela linda torta, historia engraçada, fotos magníficas e o prazer de estar de novo entre nós! Não fuja assim!!!!

    Um abraço carinhoso,
    Renata

    ResponderExcluir
  26. Olá amiga

    Hoje vim lhe pedir um favor:O blog Amiga da Moda,está concorrendo ao prêmio TopBlog e eu gostaria muito de contar com seu voto. Votando vc concorrerá à prêmios através do TopBlog, obrigada.

    Bjo

    ResponderExcluir
  27. Oi, bom te ter de volta e já chegou com delícia.Deve ficar um espetáculo. Bjs

    ResponderExcluir
  28. Lindona, se você não gostar do sabor do alho tão pronunciado, pode tentar o "aïoli" na versão do chef espanhol Sergi Arola:

    - 1 ovo orgânico;
    - 3 dentes de alho;
    - 200ml de azeite e
    - sal a gosto.

    Branqueie os dentes de alho inteiros, mas sem a casca, por três vezes. Triture-os com azeite e passe a mistura por uma peneira, descartando o resíduo. Bata o ovo com um fouet e vá acrescentando o azeite de alho aos poucos, com cuidado, até chegar à consistência de maionese. Tempere com sal. Ele sugere como acompanhamento das "batatas bravas".
    Fonte: Revista Menu - agosto.2009

    Bjs (depois me conta como ficou!)

    ResponderExcluir
  29. Adoro quando vc posta receita pq as fotos do processo são sempre lindas!
    Espero q teu dia das mães tenha sido perfeito, tanto quanto essa torta linda!

    Ah, Marina: toda vez q tento fazer macaroons venho ver os teus.. vc é minha referência nisso, são perfeitos! Ainda nao consegui, mas vou tentando..rs


    bjo pra vc!

    ResponderExcluir
  30. Oi Marina
    Estou desleixado com os amigos blogueiros e com meus 3 blogs tb. Corridas da vida real me deixam meio longe da virtual. Mas de vez em quando passo aqui pra me deliciar (com os olhos), viu?
    Puxa, ainda bem que sua canja cover não foi motivo da separação, mas tenha certeza que o amor de recém-casados é que segurou a 'onda'... rss
    Amo carne branca (quase não como vermelha). Mas procuro não pensar no processo da morte dos animais. É triste, porém faz parte da vida. Bom mesmo é supermercados já oferecerem as aves prontas. Presenciei, quando bem criança, uma única vez o 'assassinato' de um peru. Foi na chácara do meu avô, estava escondido. Foi uma imagem brutal. Nunca mais quiz repetir a experiência. Até ontem (por coincidência). Assisti o ótimo filme Babel, na Fox. E tem uma cena de um frango sendo preparado. Punk...
    Bem, pra melhorar o espírito, só indo pra cozinha fazer esta torta de banana JÁ!!! Tenho todos os ingredientes, vou fazer e depois te conto.
    Bj no coração

    PS: tuas fotos são ótimas, mas oq produz parece ainda melhorrrrrrrrr...

    ResponderExcluir
  31. Hum, esse bolinho está lindo, adoro bolo de banana e ainda mais adorei a história que veio junto, foi muito gostoso de ler :)
    Beijinhios

    ResponderExcluir
  32. Marina, adoro bolo de banana e amei o passo-a-passo bem explicadinho! Aliás, sua louça também é linda demais! Beijos!

    ResponderExcluir
  33. Oi Marina!!!
    que bom que vc voltou, e melhor ainda com essa receita de torta de banana hummmmmmmmmmmmmmmm e adorei a história do frango e do peru...kkkkkkkkkkk...
    bjosssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  34. Marina, minha querida, acabei de colocar esse bolinho no forno! Daqui a meia horinha, vou tomar um cafezinho com um delicioso bolo, graças a essa sua receita deliciosa e facinha!
    beijos!

    ResponderExcluir
  35. Você não tem idéia como sou louca por bananas!
    Já vou salvar essa receita!
    Aqui é tudo gostoso... e suas loças deslumbrantes!

    ResponderExcluir
  36. Marina, tava precisando rir e ri muito, muito mesmo com o frango e o peru.....ainda bem q a vida moderna nos proporciona comprar tudo isso limpinho, pq eu vi matarem a galinha pra fazer galinhada e não gostei nada do prato. Ainda bem que galinha à parte, eu que adoro banana, vou copiar essa receita, mas só daqui a um ano e meio....isso é outra história.......bjs

    ResponderExcluir
  37. Apesar de eu estar no item "comentários" do seu blog, estou sem palavras :)
    Amo de paixão tudo que leva banana. E a carinha dessa torta está de matar. Estou sentindo o aroma daqui rs
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  38. A descupinizadora ABBAPAI é especializada em matar cupins, extermina cupins ou controlar ataques em madeiras como, por exemplo, a broca. Para o descupinização, mata cupins e o extermina cupins ou de brocas, além de produtos e equipamentos adequados e de alta tecnologia, são utilizadas técnicas diferenciadas e bastante criteriosa na execução dos tratamentos.
    (Plantão 24 horas) (11) – 3481-9820

    ResponderExcluir
  39. A descupinizadora ABBAPAI é especializada em matar cupins, extermina cupins ou controlar ataques em madeiras como, por exemplo, a broca. Para o descupinização, mata cupins e o extermina cupins ou de brocas, além de produtos e equipamentos adequados e de alta tecnologia, são utilizadas técnicas diferenciadas e bastante criteriosa na execução dos tratamentos.
    (Plantão 24 horas) (11) – 3481-9820

    ResponderExcluir
  40. A descupinizadora ABBAPAI é especializada em matar cupins, extermina cupins ou controlar ataques em madeiras como, por exemplo, a broca. Para o descupinização, mata cupins e o extermina cupins ou de brocas, além de produtos e equipamentos adequados e de alta tecnologia, são utilizadas técnicas diferenciadas e bastante criteriosa na execução dos tratamentos.
    (Plantão 24 horas) (11) – 3481-9820

    ResponderExcluir
  41. Marina,
    Passei minha infância comendo esta torta, mas não sabia a receita. Após o falecimento de minha mãe, um dia fui procurar o seu livro de receitas Dona Benta e os cupins tinham devorado tudo. Que tristeza, fiquei sem a receita da torta. Hoje pensei, vou procurar na Internet e para minha felicidade achei você, e esta receita maravilhosa. Fiquei muito emocionada. Obrigada.

    ResponderExcluir