quinta-feira, 20 de maio de 2010

Torta de Nozes...




Fiz balé muitos anos...eu  adorava, muito mesmo ... e, ainda hoje, acho lindo! 
Mas eu cofesso que inicialmente eu fazia as aulas e aprendia as coreografias (inclusive as clássicas) sem ter idéia do significado. Na medida em que fui crescendo e querendo entender o que dançava, fui tomando conhecimento dos enredos, das estórias de cada coreografia e tudo teve muito mais graça. Até as varetadas que eu levava na panturrilha quando ela tremia (ah... Maestro, severo mas grande professor) acabavam ficando menos importantes. Faz um bom tempo encontrei esse livro (da foto, aí em cima) numa das minhas incursões na livraria Cultura e não resisti. Recomendo (não é lindo??). 

De certo você está pensando: o que que essa história de balé e panturrilha que essa maluca está falando tem a ver com a torta de nozes???

Eu conto:

Nunca fui mignon., ao contrário,sempre fui mais para alta, grande. Isso e balé clássico não combinavam... Mas eu sempre quis muito e insisti, afinal até acabar meus dedos com a sapatilha de ponta eu amava...(sorrindo, Maestro, sempre sorrindo!). Por essa razão tinha que me manter na linha e super controlava os doces. Depois descobri o balé moderno e o jazz, muito mais adequados à minha estrutura e espírito(!) e o clássico ficou por mero prazer. Dava aulas de jazz nos tempos da faculdade (lá na Paula Castro, nas Perdizes) e início da vida de casada, e continuava sempre me controlando nos doces, me mantendo em forma e blá blá blá. Alimentação totalmente natureba, nada de açúcar branco ... mega comportada!!

Aí eu engravidei da minha primeira filha e, ordens médicas, nada de exagero, mas coma de tudo um pouco, tal e tal...

Coma de tudo um pouco? (Foi exatamente assim que eu entendi!) Prá quê??!! Caí de cabeça (confesso após tantos anos Dr. Guilherme Porto, grande obstetra!!) em dois doces durante nove meses: torta de nozes (essazinha aí das fotos) e mil folhas! Afinal, aquele barrigão enorme (eu adorava ficar grávida!!) era a desculpa perfeita!!!




Será por isso que é um dos doces preferidos da minha primogênita, a senhorita Gabi? 

Who knows...




Esse lero lero todo é só porque eu adoro dois dedinhos de prosa!!! Mas, indo ao que interessa...essa torta de nozes, a exemplo da Vienese postada anteriormente, não leva farinha de trigo: a massa é feita com farinha de nozes (nozes moídas). É úmida e saborosíssima. O recheio é de doce de ovos, bem cremoso...
O glacê francês de cima é para completar o sabor, manter a umidade, e dar uma enfeitadinha (que eu não sou de ferro e adoro uma frescurinha!)...




E aí? Vai resistir???




Resistir?! 
AimeuDeusdocéu!!  Bem que eu devia, mas não aprendo!! Veja, eu até que ia resistindo de falar aqui de novo da minha Nonna, mas, como se pode bem ver... não resisti. Tenho que colocar a poesia da Cecília Meireles que a Nonna recitava para mim (dentre tantas outras); que eu recitava para as minhas meninas (que quiseram distância do balé) e quem quiser que recite para as suas pequenas, dançarinas ou não! Aí vai:

A bailarina


Esta menina
tão pequenina
quer ser bailarina.
Não conhece nem dó nem ré
mas sabe ficar na ponta do pé.

Não conhece nem mi nem fá
Mas inclina o corpo para cá e para lá

Não conhece nem lá nem si,
mas fecha os olhos e sorri.

Roda, roda, roda, com os bracinhos no ar
e não fica tonta nem sai do lugar.

Põe no cabelo uma estrela e um véu
e diz que caiu do céu.

Esta menina
tão pequenina
quer ser bailarina.

Mas depois esquece todas as danças,
e também quer dormir como as outras crianças.

23 comentários:

  1. Amiga adorei seu post...tão lindo como o bolo,jinhos minha doce bailarina grande mulher

    ResponderExcluir
  2. Olá amiga

    Balé sempre foi um sonho em minha vida. Infelizmente nunca consegui realizar, mas realizei tantos outros que nem imginavapoderia um dia concretizar. Não se deve nunca chorar o leite derramado. Dessa vida só tenho à agradecer...
    O bolo deve estar delicioso

    Bjo

    ResponderExcluir
  3. Sua prosa sempre agradável...

    O balet, ahhhhh...o balet sonho de todas as meninas, tbm fui sonhadora, até descobrir como vc que eu não servia mesmo pra ser um bailarina!!!

    E a torta? Bárbara, genial, saborosíssima!!! E fenomenal!!!Rsss

    Um abraço,

    ResponderExcluir
  4. Hahaha...Coma de TUDO um pouco? É ótimo!Só não pude ouvir isso também da minha médica,pois tinha hipoglicemia gestacional...argh, mas que bom gosto vc e sua filhota têm,rsrsrs Amo tudo que vá nozes, tortas, bolo,bombom, molho pesto com nozes, salada,...Com farinha de nozes!!! Confesso que nunca provei...Deve ficar incrível. Marina, obrigada pelo comentes e por estar seguindo meu outro bloguito também!Bjo

    ResponderExcluir
  5. Marina-flor , e eu que acho que você fala tão pouquinho , fica sempre um gostinho de quero mais.
    É CLARO , que suas receitas são um arraso , mas não é elas que encantam e fazem a gente te seguir , é você (e seus dois dedinhos de prosa sempre açucarados).
    Que privilégio essa vó que recitava poemas , a minha avó só sabia UM versinho.
    -Se demorar pra levantar , o chinelo vai cantar! kkkkkkk
    Mil beijos

    ResponderExcluir
  6. Minina que bolo é esse!!!! Quase cai da cadeira com essa delicia!!!

    ResponderExcluir
  7. O bolinho para variar ficou linderrimo...

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Gostei dos dois dedinhos de prosa, viu?
    Mas ó, vou resistir tá? Estou engordando só de olhar. Tenho quase 3 quilos que insistem em não me deixar...rs!
    Falando sério, farinha de nozes é outra conversa!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  9. Marina
    A torta parece fantástica não vou pedir a receita por duas razões: quase não coloco mais os pés na cozinha e estou tentando aprender a comer direito (uma dieta básica).

    Adorei o lero lero e vou te dizer que além de também adorar quando estava grávida, também estudei balé clássico (Teatro Municipal ) aqui em São Paulo.
    Era um curso que custei para entrar porque além da concorrência tinha que comprovar atestado de pobreza, isso nos idos anos 70. Com os militares no governo e uma inflação de 1000% ao dia, a única coisa fácil era comprovar a pobreza.
    Como o papai não apoiava a dança, acabei desistindo e segui o rumo.
    Hoje agradeço por ele ter me livrado de ter calos horrorosos nos pés - No desenrolar dessa historia acabei descobrindo que ser bailarina era apenas mais um dos meus muitos delírios.
    Ainda assim anos mais tarde e já casada, casei a primeira vez com 18 anos, resolvi tentar a dança contemporânea e me inscrevi na academia do falecido Ismael Guiser.
    Lá aprendi que quem escolhe essa arte da paciência da repetição de exercícios inúmeras vezes procurando a tão sonhada perfeição, aprende também que jamais iremos conseguir, porque ela não é permitida aos humanos; e mesmo que conseguíssemos a tão sonhada meta os bens materiais nunca estarão a altura dos sacrifícios feitos, sem dúvida, há de se ter muita determinação, paixão e amor pela dança.

    Sua avó devia ser letrada e muito sensível - Recitar um poema da Cecília Meirelles é muito especial mesmo e não dá para esquecer de jeito nenhum.

    Bom, o bolo me cativou! Vou sair para não correr pra doceria.
    bjus

    ResponderExcluir
  10. Marina amiga muito querida, adorava dançar também, mas infelizmente o seu jeito mandou lembranças rssss, minhas irmãs dançaram muito, eu me conformei em assistir, mas voltando ao assunto da torta, aprendi a gostar de torta de nozes já velha, adulta...prá que?? Prá crescer forte e feliz, claro kkkkkk....amo esse poema da Cecilia Meireles e vou contar uma coisinha, se Pandinha fosse menina, ia se chamar Cecília!! Beijocas

    ResponderExcluir
  11. DOCES SONHOS!!!!!!!!!
    ESSA TORTA EXALA CHEIRINHO DE CARINHO , CHEIRO DE COLO DE MÃE , DE NONA ...
    ESSE BLOG É UM POEMA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  12. Acredite, acho que toda vez que eu entro aqui ngordo alguns kilos shaushahs...nossa que torta linda, apesar de não gostar de nozes ( é uma pena ), mas essa torta pra mimm tah de comer com os olhos ^^...divina^^

    ResponderExcluir
  13. Olá amiga

    Esse bolo deve estar um manjar dos deuses!!!

    Bjo

    ResponderExcluir
  14. Hum amiga, minha filha faz ballet e adora!! eu também apesar de saber nem fazer um plié kkkkkkkkk ela está no ballet faz 8 anos, e já participa de vários espetáculos de dança no Brasil e fora, Agora em Julho et indo para um curso em Londres na Royal , vai se aperfeiçoar um pouco kkkk!!
    Acho que Ballet dar muita disciplina e a mulher fica elegante com a postura linda, sou suspeita, pois tenho uma balaria em casa!!achei legal saber que você foi uma balaria também!! o problema da altura incomoda muito mesmo, minha filha tem pavor de crescer muito, só por causa do ballet!! acredita!!, pois bem mundando de assunto!kkkkkkkk que torta!!!!!!!!!!! ai meu Deussss adoro torta de nozes e essa ai menina!!!! sem comentários kkkkkkk
    bjssss Marina

    ResponderExcluir
  15. *suspiro", *suspiro*, *suspiro*... O que eu não daria para passar o dedo nesse bolo enquanto você virasse as costas.... Ficou muito apetitoso...

    ResponderExcluir
  16. Marina, voltei hoje de viagem (barco) e vim logo conferir. Bom conhecer mais um pouco de você. Esse bolo parece bem gostoso. Um beijo, Herbert.

    ResponderExcluir
  17. Marina, nozes aqui em casa é deleite total, qq coisa de nozes, e já que vc deu a idéia vou tentar fazer uma torinha dessas, é o niver da Síndica agora dia 22 e ela como tb adora nozes vai se deliciar, será que consigo? Bem adoraria dançar balé, mas essa vou tentar passar pra Gi.

    ResponderExcluir
  18. oi... mas que delicia isso... credo!!! parece molinha e molhadinha... um perigo começar a comer... queria a receita!!!!
    Qto ao Tarot ou afins...SEMPRE procura um ótimo profissional com muitas referências... tem muita gente fraca por ai... (a Lygia e o Sérgio são do Rio...)Acho que são excelentes instrumentos para o autoconhecimento!!! bjos e bom final de semana!

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Que lindos bolos,adorei os brigadeiros tão coloridos ficaram lindos.
    Igualmente lindo o bolo com noz humm ambos estão tão gulosos:D

    Bjinhos

    ResponderExcluir
  20. Meu Deus!! Que visao maravilhosa e quanta coisa gostosa aconteceu na minha ausencia.

    bj

    ResponderExcluir
  21. Oi, querida.
    Acabei de lançar meu site. Quando tiver um tempinho, me faça uma visita.
    Beijos, Cloah

    www.cloah.com.br
    cloah.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. Oi Marina! É a primeira vez, que acessei o seu blog e estou vendo tudo. Gostei muito dos detalhes; quanto capricho. Essa torta de nozes me deu água na boca. Se possível for, gostaria da receita, porque parece ser deliciosa e ainda sem farinha,melhor ainda! Jesus te abençoe mais e mais.Um beijo, Natalia.

    ResponderExcluir