terça-feira, 11 de setembro de 2012

QUE HONRA: EU NO DCPV, DO EDU LUZ!

O dcpv - da cachaça pro vinho é um blog fantástico, orquestrado pelo Edu Luz, que, como ele mesmo define, se trata de uma confraria etílico-gastronômica.
Além de postar as suas aventuras gastronômicas
em restaurantes, viagens, em casa, ainda proporciona um intercâmbio entre os blogs, que é muito legal! Ele mesmo conta como é :

Encontros semanais ( todas as quartas-feiras agora, as terças com algumas pequenas mancadas) desde 27/08/03 duma pequena confraria formada por mim (Edu), minha esposa Dé, meu irmão Déo e meu compadre, o Mingão onde eu idealizo, pesquiso e executo um menu completo de qualquer origem/motivo/data/inspiração e a Dé faz a produção cenográfica de tudo, além de fotografar.
Aí, comemos todo o resultado além de beber muitas garrafas de vinho, tomar muitas doses de Absolut Vanilia (hoje já não tomamos tantas!), comprar muitas coisas no sex shop (Casa Santa Luzia) e principalmente, falar e ouvir um monte de abobrinhas maravilhosas .
São mais de 315 reuniões até hoje e com o início do blog (em set/07) foi incorporado um encontro
Inter-Blogs onde blogs amigos ( e muito bons) indicam menus de suas preferências pra fazermos e degustá-los (ô vida boa!!).
Já fizemos 46 edições dos tais Inter-Blogs (com a Migas do Migas com Gindungo , a Marizé do Tachos de Ensaio, o LPontes do Comidas Caseiras, a Fer do Chucrute com Salsicha, a Márcia do Lefout e do Guigão vem aí, a Luna do Quiche de Macaxeira, a Agdá do Agdah, Elvira do Elvira’s Bistrot, a Fabrícia do Sopa Vermelha, Aline do Moqueca com Pimenta, Marizé do Tachos de Ensaio, Pipoka do Three Fat Ladies,com a Mariana do Caos na Cozinha, Márcia do Idéias a la Carte, Patricia Scarpin do Technicolor Kitchen, o Michel Khodair do Khodair, Ameixinha do Canela Moida, a Odete do Páprika na Feijoada, a Fabrícia do Sopa Vermelha, a Lud do Inner Life of Food, a Dadivosa do Dadivosa, a Nina e o Marcel do Gourmandise, a Cris do From Our Home to Yours, o Leo do trivial ou nem tanto, a Ana do la Cucinetta, a Luciana do Cafezinho das Cinco, a Nana do Manga com Pimenta, a Debora e o Fernando do Brincando de Chefe, a Verena do Mangia che te fa bene, o Alessander do Cuecas na Cozinha, a Luciana do Rosmarino e Outros temperos, a Margot do Cosas de la Vida, a Isabela do Isabela Tibo, a Dani do Café da Sereia, a Carol do Bouquet Garni, a Rê e a Fran do Frango com Banana, o Vitor Hugo do pratofeito, a Carla doEntre Panelas, a Letícia e a Patrícia do Memórias Gastronômicas, a Débora do Mirepoix, a Sabrina do Menu a Trois, a Clau Alaminos do Tributos Culinários, o Rogerio do Amuse Bouche, a Carla Soar do Arroz de Minhoca, a Bruna do Gourmandisme, a Soraya do Tomate Confit e temos uma programação fechada até outubro de 2012.
Caso queira participar, não se acanhe! Entre em contato ! É só no final de 2012 mesmo !
Além destes encontros, também incorporei várias incursões em cursos/eventos, visitas a restaurantes daqui e do exterior com a devida informação turística dos lugares onde passamos com propósito de informar e difundir cada vez mais a boa gastronomia.
Outra inclusão foi a de publicações de diários de viagens. É, a coisa toda aumentou bastante!
Portanto, aqui no DCPV são postados encontros antigos (ainda tenho uns 120 pra mostrar e faz tempo que não os posto), os atuais e as tais incursões gastronômicas que eu e a Dé fazemos por aí !


O convite surgiu ano passado e eu, prontamente, aceitei. É muita honra. Veja a postagem que foi feita, que capricho:

48º inter blogs – Marina Mott no dcpv


04/09/2012
número 328

48º Inter Blogs – Marina Mott no dcpv.
Edu, boa noite!

Desculpe o adiantado da hora, mas ando correndo que nem louca. Trabalhando muiiiito! (Nasci pra ser princesa, mas ainda não rolou…hahahaha). Estou mandando o menu. Vê se você aprova. Mando o texto durante a semana. Pode ser?Montei pensando em coisas que pessoas que eu sempre amei gostam muito: meu pai; minha Nonna; minha mãe; etc.Nada sofisticado, mas tudo gostoso. Garanto.Beijo e bom final de semana!!

Bom, foi assim que terminou mais uma capítulo dos Inter Blogs (quer saber o que é?).

E este projeto é muito bacana justamente por causa disso. Todos tem o mesmo objetivo e ele é sempre alcançado, ou seja obtemos o maior prazer através da gastronomia.

Mas sobra muito também sobre o estudo do comportamento humano. Uns conseguem enviar tudo no prazo, outros já não (o que não foi o seu caso, viu Marina!).

Uns menus parecem que serão a oitava maravilha do mundo. E são só a sétima! :) (o que também não foi o caso da Marina. Vocês verão!)

Em outros percebe-se claramente a conotação gastro-pirotécnica. Já em outros, a comida de sustância (neste caso, aconteceram as duas vertentes).

E este, o da Marina Mott (do blog homônimo) tem um pouco de cada coisa, mas especialmente, o formato duma comida confortável e com sobrenome.

Vamos então, ao 48º Inter Blogs, um projeto que pode dar umas travadinhas, mas não para nunca!! rs
Bebidinha – Bloody Mary

Com este menu familiar, só poderíamos fazer um drinque bem caseiro.

Entradinha: Salada de Repolho e Abacaxi
Ingredientes – 1/2 repolho roxo grande cortado bem fininho, 1 abacaxi bem doce e maduro cortado em cubinhos, 100 gramas de passas brancas, 150 gramas de nozes picadas, sal marinho triturado, azeite, vinagre e maionese a gosto.

Misturar bem o repolho com o abacaxi (que ficou escorrendo por uma meia hora, sobre uma peneira, após ser cortado); as passas e as nozes. Temperar com sal, um fio de azeite, o vinagre de vinho e maionese a gosto. Costumo colocar apenas umas duas colheres. Está pronto!

Esta salada é uma belezura. É crocante, doce, salgada, saborosa e cativante. Tão que a Dé já passou a receita pra Flora incorporar ao menu de casa (e a minha mãe já pediu a receita!).

E por não ter as uvas-passas brancas em casa, dei um upgrade em tudo ao utilizar umas cranberries desidratadas.

Resolvi servir separadamente pra não desperdiçarmos a oportunidade duma verdadeira degustação.

Entrada – Sopa de Mexilhões
Ingredientes – 2 cebolas cortadas grosseiramente, 2 alhos porós cortados em rodelas, 1 dente de alho, manteiga para dourar ligeiramente os ingredientes acima, 650 gramas de mexilhões, 1/2 garrafa de vinho branco seco, 2 xícaras de caldo de peixe, 400 gramas de creme de leite fresco.

Dourar a cebola, o alho poró e o dente de alho na manteiga, até murchar bem.

Acrescentar os mexilhões e fechar a panela. Deixar em fogo baixo e cozinhar até os mexilhões abrirem.

Após aberto, colocar o vinho, deixar ferver e apurar. Quando tiver reduzido até a metade dos líquidos, juntar o caldo de peixe e deixar ferver por alguns minutos.

Juntar, então, o creme de leite e deixar ferver por mais alguns minutos. Coar o caldo em uma panela e reservar. Retirar os mexilhões dos temperos e colocá-los no caldo peneirado. A sopa está pronta. Ferver na hora de servir, dando pequenas batidas com o batedor aramado. Servir com pão italiano.

Falar desta sopa é, desculpem o trocadilho, chover no molhado!

Inicialmente, o cheiro desta receita invadiu toda a nossa casa. Imagine a junção do odor dos mariscos, do vinho branco, do “vero” caldo de peixe?

E pra melhorar, quando se come, tem-se a impressão de experimentar uma legítima sopa thai.

Marina, esta foi covardia!

Pra aumentar a tal, harmonizamos este prato (a entradinha também) com um vinho branco Chardonnay Jacob’s Creek 2010 que foi “untuoso, palavras ao vento, suntuoso, frutuoso” segundo os cunhados que chegam sem avisar, nós mesmos.

Principal – Talharim com Camarões
Massa – Ingredientes – 500g de farinha de trigo, 4 0vos.

Colocar a farinha peneirada em uma vasilha, fazer uma cova no centro e verter os ovos inteiros. Ir misturando com as mãos até incorporar toda a farinha. Caso sinta que é necessário (pois varia a quantidade de ovos por conta das diferenças de tamanho), dar pequenas borrifadas de água com as pontas dos dedos. Amassar muito bem, e deixar descansar na vasilha, coberta com filme plástico, por umas 2 horas. Após esse tempo, abrir com a massa na mesa polvilhada com farinha, até a espessura desejada. Enrolar a massa como um rocambole, e cortar o talharim. Desenrolar cada rodelinha de massa cortada e pendurar em um cabo para não grudar. Pode-se deixar secar e aí utilizar, ou pode-se cozinhar ainda fresco.

Molho de camarões – ingredientes – 1 kg de camarão sete barbas descascado e escorrido em uma peneira por alguns minutos para perder um pouquinho da água, …

… 5 dentes de alho grandes bem picados, 1/2 pimentão verde cortado em tiras muito fininhas e depois em 3 partes, 2 folhas de louro, 4 latas de tomate pelado, sal quanto baste.

Refogar o alho no azeite até começar a murchar; juntar o pimentão e deixar murchar bem. Juntar os tomates e as folhas de louro e deixar refogar bem. Abaixar o fogo e deixar o molho apurar até secar a água (mais ou menos uma hora e meia), mexendo de vez em quando. Reservar.

Em uma frigideira grande (eu uso uma wok), colocar azeite e deixar esquentar bem. Colocar os camarões e dar uma “fritadinha” até eles mudarem de cor. Esse processo é bem rápido, para os camarões não ficarem borrachentos.

Colocar os camarões no molho e está pronto! Pode-se colocar um pouco de salsinha picada e pimenta do reino. Eu não ponho a salsa, ponho só a pimenta.

Misturar a massa no molho na hora de servir.

A massa só poderia ter sido feita em casa (isto é lei por aqui!) e do modo Luz (com direito a máquina e tudo o mais).

E pela Dé e pelo Mingão (que milagrosamente chegou cedo). Ficou perfeita!

Já o molho, se transformou em quase que um ragu, tamanha a interação entre o alho, o pimentão e especialmente, os tomates pelados.

Um dos belos segredos da Marina é justamente fritar os camarões numa wok antes de juntá-los ao molho. Isto deixa os crustáceos bem crocantes.

E quando tudo se complementa num prato, dá pra imaginar a satisfação de todos.

Não sobrou nada em nenhum dos pratos!

Demos uma ousada mínima e tomamos um vinho tinto Cabernet Sauvignon/Carmenere chileno, o Casilda 2009 que foi “mussun’s, jorgão/serginho, puro mé, driblevasqueso” segundo as tias que sempre chegam antes nas festas, nós mesmos.

Sobremesa – Doce Gelado da Nonna
Parte I -
Ingredientes – 1/2 litro de leite integral, 4 gemas, baunilha a gosto, 5 colheres de sopa de açúcar, 1 colher de sopa de maizena


Misturar todos os ingredientes muito bem e levar ao fogo batendo sempre com o batedor aramado, até ferver e engrossar. Deixar esfriar bem. Reservar.

Parte II
Ingredientes – 200g de creme de leite fresco, 4 colheres de açúcar. Bater na batedeira o creme de leite fresco e bem gelado com o açúcar e gotas de baunilha, até ficar em ponto de chantili firme.


Misturar o chantili com o creme de confeiteiro feito acima. Colocar bocados do creme, resultado das misturas, em taças de Martini.

Parte III
Ingredientes – 4 claras, 12 colheres de açúcar, 12 ameixas em calda.


Misturar as claras com o açúcar e aquecer em banho maria, batendo sempre com o batedor até esquentar bem. Levar imediatamente na batedeira e bater até ficar em ponto de glacê bem firme. Cortar umas 12 ameixas em calda em pedaços bem pequenos e misturar no glacê (sem a calda). Colocar esse glacê sobre o creme nas taças e levar à geladeira. Pronto!! Colocar uma ameixa sobre cada taça, sobre duas folhinhas de qualquer árvore frutífera. Só para decorar. E servir bem gelado.

Eis mais um exemplo de receita perfeita.

Tudo muito fácil de fazer (a Dé trabalhou muuuuuito desta vez, além de tirar fotos e decorar tudo!).

O creme é perfeito (o crime também) e a cobertura de ameixa mais se parece com um legítimo marshmellow.

Marina, foi o fechamento com chave de ouro.

Resumo da ópera: a noite toda foi espetacular. Todos os pratos se harmonizaram e só tenho uma coisa a dizer: repitam este menu em casa e não se arrependerão.

Portanto, Marina, grato pela preciosa participação.

Se a intenção dos Inter Blogs é justamente o congraçamento entre blogueiros dito gastronômicos e, melhor, com o sub-produto de comermos bem; podemos dizer que todo o objetivo foi mais do que alcançado.

E apesar das flores estarem nos vasos, nós só poderíamos enviar pra você flores virtuais gastronômicas (direto da nossa horta) e que foram realmente utilizadas como decoração nos pratos.

Eis a opinião dos titios que apertam as bochechas dos sobrinhos, nós mesmos:
Irrepreensível. Um menu completamente Mottado! (Edu)
Que famiglia ***** estrelas. Queria essa Nonna pra mim! (Mingão)
Espetáquila! (Deo)


Tive uma infância linda. Não posso me queixar. E, com toda a certeza, minha Nonna, a Odette de Barros Mott, escritora de livros infanto-juvenis, meu Nonno, o Leone, nascido austríaco, na divisa com a Itália, tendo sua terra natal virado província italiana após a guerra, Fiera de Primiero, foram grandes responsáveis por boa parte destas lembranças. Isso, aliado à segurança e tranquilidade de me sentir amada por meus pais e ter uma família linda. Éramos quatro irmãs. Todas meninas, todas com os nomes começando com M. Cachorros, papagaio, quintal, férias no interior, muitos passeios à cavalo, enfim, meus vínculos familiares são muito fortes. De todas as irmãs, eu herdei de minha mãe, que por sua vez herdou da Nonna, o gosto pela cozinha. Já do Nonno, a quem eu adorava acompanhar nas idas para a Fazenda de Araçariguama, onde criava porcos, ganhei a possibilidade de ver muitas mulheres fazendo pão, doces em tachos de ferro e cobre, sobre o fogo direto no chão. Assim, após esse seu convite generoso, tinha que escolher pratos que me lembrassem todas as razões que me levaram à cozinha. Nada suntuoso, nada difícil, mas, pelo menos eu acho, tudo muito gostoso! Espero, sinceramente, que gostem.


Pessoal, acredito que ninguém tem dúvidas que nós gostamos muito, né? Até o próximo …
… que finalmente será a versão “oficiosa” das belíssimas receitas que a Paula Labaki do Cozinha da Lena nos enviou. Desta vez, vai!! :)
Muito obrigada, Edu! Eu simplesmente adorei!!!!

10 comentários:

  1. nooossa amei as fotos da comilança!!

    http://anitamakingof.blogspot.com.br/2012/09/testei-renew-ultimate-age-repair-cream.html

    ResponderExcluir
  2. Marina, os prazeres foram nossos também.
    Primeiro, o de degustar o menu que você indicou. E segundo, o de ver o post por aqui.
    Bjs de todos.

    ResponderExcluir
  3. Marina, que saudades! Vc está chiquérrima, hein? Amei esse jantar maravilhoso! Ah, como eu adoraria ter sido uma das convidadas sortudas! Um grande beijo!

    ResponderExcluir
  4. GOSTARIA DE TER SUAS RECEITAS PUBLICADAS NO PORTAL GIRO REGIONAL? Então mande a receita com fotos e seu nome ou nome do blog para: juliana@giroregional.com.br - Portal da minha filha Juliana que agora esta morando em Salto, SP. Faça uma visitinha (www.giroregional.com.br).
    Bjs
    Neyma

    ResponderExcluir
  5. ES MUY TEMPRANO....TERMINE DE DESAYUNAR PERO QUE BUENO SE VE TODO!!!!!!!!!!!
    SALUDITOS

    ResponderExcluir
  6. Oi Marina! Passei por aqui para dizer que foi muito bom conhece-la! Um grande beijo, Paula

    ResponderExcluir
  7. Oi Marina!

    Assim como a Paula eu tbm vim conhecer seu blog e dizer que tbm adorei te conhecer =)
    E quero provar seus macarrons com certeza!!!!!!
    Vc é muito simpática, extrovertida e advogada!! rsrs....Pudemos comprovar isso no final do encontro.....kkkkk....

    beijo grande!
    Gábi

    ResponderExcluir
  8. Hello there, You've done a fantastic job. I'll definitely digg it and
    personally recommend to my friends. I'm sure they'll be benefited from this website.


    Look at my web-site - baby girl nursery decor

    ResponderExcluir
  9. You can under a plan rent more than one DVD at a time and the subscription fees can be made monthly, quarterly
    or yearly and a membership can be cancelled at any time.
    The following is not an all-inclusive list, but the
    best value would have to be the San - Disk Extreme III,
    Transcend SDHC Class 10, and Kingston SDHC cards for their speed, reliability, and price.
    This digital camcorder can easily be clipped onto your clothing and will allow hands free
    recording. Overall, it's a great candidate for its class against competition.

    my web site :: Camcorder Reviews

    ResponderExcluir