segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Massa Fresca com Ovos - sem máquina!


Adoro massa! Com azeite, manteiga, tomate, pesto...nhammm Lembro a primeira vez que resolvi fazer, de posse do meu livrinho da Dona Benta, recém casada. E não é que deu certo? Desde então não parei mais! A maior parte das vezes não uso a máquina de macarrão. Vai na mão e no rolo mesmo. Quem nunca fez pensa que é uma dificuldade, mas é muito fácil! Os ingredientes para a massa com ovos seguem a proporção de 1 ovo para cada 100 gramas de farinhas e, se necessário, um pouquinho de água. 

Digo farinhas porque pode-se optar por fazer a massa apenas com farinha de trigo ou com uma mistura de farinha de trigo e farinha
de semolina (semola di grano duro). Há também a opção das massas sem glúten, mas não vou tratar delas aqui, fica para uma próxima.

A massa mais gostosa, na minha opinião, é a feita com a farinha tipo especial e com a semola di grano duro, numa proporção de 20% de sêmola para 80% de farinha de trigo. Mas, a massa feita apenas com farinha fica excelente também.

Outro ponto que faz diferença são os ovos. Eu uso preferencialmente ovos caipira ou orgânicos. Já que vamos fazer uma massa caseira, vamos usar os melhores ingredientes possíveis, né??

Vamos lá (para aproximadamente 800 grs de massa):

INGREDIENTES

- 400 grs de farinha de trigo especial
- 100 grs de semola di grano duro (ou mais 100 grs de farinha de trigo especial)
- 5 ovos grandes
- borrifos de água se necessário (quase nunca precisa, mas algumas vezes, por conta do tamanho dos ovos e da umidade da farinha pode ser necessário)

MODO DE FAZER

Faça um "vulcão" com a farinha na mesa de trabalho (ou numa bacia grande, se preferir) e no centro coloque os ovos. Com a ponta dos dedos vá misturando os ovos e "puxando" a farinha, para ir incorporando aos poucos. Fica uma meleca mesmo. hahaha. Está certo assim.



Misture com as mãos apenas até os ovos estarem incorporados e a massa ficar homogênea. Você vai saber se é necessário borrifar com as mãos um pouquinho de água se for impossível unir a massa numa bola homogênea. Neste caso, borrife um pouquinho de água e tente unir a massa. Feito isto, envolva  a massa num filme plástico e deixe descansar por uma hora em temperatura ambiente. Quando você acaba de fazer a massa, parece que será impossível de abrir, pois ela é firme. Mas, após o tempo de descanso, o glúten da farinha relaxa e a massa fica mais maleável. Por esta razão esta massa não deve ser muito trabalhada, pois não queremos desenvolver o glúten.





Passado o tempo de descanso, o mais fácil para abrir a massa é dividir em quatro partes, e abrir uma parte de cada vez, com um rolo, em mesa enfarinhada. Para isto, ajeitar cada pedaço da massa como um retângulo para que a massa possa ser aberta o mais regularmente possível, também na forma retangular e numa espessura de aproximadamente 1,5 milímetro.



Após abrir o pedaço da massa, polvilhar farinha de trigo e enrolar como um rocambole. Aí, cortar "fatias" na largura desejada, com uma faca sem serra, bem afiada e sem fazer força, para não amassar o rolinho, descartando a pontinha, que sempre fica desigual. Abrir cada rolinho e colocar em uma corda ou no varal próprio para massa (que eu não uso - eu estendo uma corda de varal na cozinha e vou colocando as massas).



Depois de 2 a 3 horas, dependendo da umidade do dia, a massa já pode ser retirada do varal.



Aí, cozinhar em água fervente (1 litro para cada 100 gramas de massa) com sal, usar o molho de sua preferência e servir, ou melhor, comer!!





Bom apetite!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário