segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Minha receita de Pesto!




A receita tradicional de Pesto leva pignole, e é bem gostosa, não nego! O pignole é um ingrediente nobre, é a semente de uma qualidade de pinha que nasce no Mediterrâneo que, pelo que li e ouvi falar, demora em torno de 100 anos para começar
a produzir. Aqui no Brasil é caríssimo (já vi a mais de mil reais o quilo!) e ainda corremos o risco de comprar pignole vindo de outros lugares (especialmente China), proveniente de outra espécie de pinha, que, em muitas pessoas, deixa um gosto amargo ou metálico na boca por alguns dias após a ingestão.  




Na minha opinião, o manjericão é o rei do Pesto e tem um gosto tão acentuado que rouba muito do paladar suave dos pignoles. Muita gente diz que o pignole é indispensável para o preparo do Pesto, mas eu discordo. Acho que conseguimos fazer um Pesto maravilhoso substituindo o pignole por nozes.E, assim, podemos reservar os pignoles para enriquecer um arroz, um kibe, enfim, para uma receita na qual  seja possível sentir toda a riqueza de seu sabor. 

Experimente a minha receita e depois me conta!

INGREDIENTES (para aproximadamente 800 gr de massa)

- 2 maços de manjericão (só as folhas)
- 100 grs de nozes
- 1 dente grande de alho
- 1/4 de xícara de azeite
- queijo parmesão, grana pardano ou pecorino ralado (+ ou menos 50 gr)

MODO DE FAZER

Colocar no processador as folhas do manjericão (sim, pode ser congelado!) e processar. Colocar o alho e processar novamente. Colocar o azeite e o queijo de sua escolha e processar novamente. Colocar as nozes e pulsar algumas vezes. Aí, após a massa estar cozida em água com sal, levar uma panela ao fogo alto com azeite e colocar o Pesto e deixar refogar um pouquinho*, para dourar o alho apenas. Desligar, colocar a massa e misturar. Verificar o sal e se necessário acrescentar. Servir regado com mais azeite. 
*Muita gente coloca o Pesto sem aquecer na massa. Eu dou esta "refogadinha" para suavizar o sabor do alho, porque não gosto dele cru...

Para fazer a sua própria massa, vai aqui.



DICA: sempre tenho manjericão em casa. Para você conseguir o seu, pois depois de um tempo a planta mãe morre, compre um vasinho, destes de mercado, corte uns galhinhos e coloque em recipente de vidro com água. Deixe enraizar e plante em vaso com terra tratada (comprada facilmente no CEASA, em floriculturas, mercados etc..), fazendo apenas uma cova com os dedos e cobrindo delicadamente a raiz com terra. Molhe em seguida. Sempre plante no final do dia ou nas primeiras horas da manhã. Aí, quando esta planta pegar, corte mais galhos e deixe enraizar novamente e plante novamente e vá sempre fazendo isso. Assim terá sempre manjericão em casa.


2 comentários:

  1. Marina,
    Só dicas boas, gostei!!
    Comprei um maço lindo de manjericão esses dias, de um miudinho, extremamente aromático. Não conhecia esse tipo e é tão forte, que nem coloquei na geladeira...rs! Acabei pulsando com azeite e coloquei em forminhas para congelar. Nem pensei em fazer um pesto.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, Regina! Esse manjericão pequinininho é uma delícia! Tem um perfume incrível, né? Acho que vc pode usar seus cubinhos de manjericão e azeite para fazer o pesto! Beijo grande!!

    ResponderExcluir